Nº de Brotinhos Visitantes

sábado, 5 de maio de 2012

O MATA-BORRÃO

Uma das construções que deixavam a Porto Alegre da minha infância mais feliz e bonita era o mata-borrão, que ficava na Av. Borges de Medeiros com a rua Andrade Neves. Os mais Jovens nem sabem que existiu, outros esqueceram. Ele foi construído em 1958 para ser um local destinado a exposições e outros eventos, acabou sendo central telefônica enquanto era construído o prédio da CRT do outro lado da rua e, por razões que desconheço foi demolido no final dos anos 60. Em seu lugar foi construído o prédio perfeitamente comum da ex-Caixa Econômica Estadual (hoje "Tudo Fácil").
No prédio do mata-borrão, durante os dias da "Campanha da Legalidade",em 1961, funcionou a sede do Comitê de Resistência Democrática, um dos órgãos formados para defender a posse de João Goulart, o vice presidente do governo de Jânio Quadros, que renunciou ao mandato naquele ano. Servindo inclusive como local de alistamento para quem estivesse disposto a defender o movimento.

Naquele ano Jango era ameaçado de não assumir o cargo, por ser um político de centro-esquerda num momento em que o mundo vivia a chamada Guerra Fria entre o capitalismo e o comunismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário