Nº de Brotinhos Visitantes

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

THE SPUTNIKS - O COMEÇO


Tim Maia aos seus doze anos tinha o apelido de Tião Marmiteiro, porque ajudava seu pai fazendo entrega de marmitas encomendadas para o almoço. Carregava duas pilhas de marmitas penduradas nas pontas de uma vara atravessada sobre os ombros, segundo Nelson Motta: como um pescador chinês de carnaval. Conheceu Erasmo Carlos que morava no mesmo bairro, a Tijuca, durante as entregas que fazia. Erasmo jogava bola com os amigos e convidava Tião para participar da pelada.

Como gostava de música, Tião formou um grupo musical com o nome de Os Tijucanos do Ritmo que animavam quermesses e domingueiras no salão paroquial tocando sucessos do rádio. O grupo tinha Tião PM no trompete, Valdir no saxofone, Valtinho no acordeão e Edson Trindade no violão. O grupo não durou muito, teve fim numa briga em que a bateria foi destruída.

Depois disso, teve outras tentavivas musicais entre grupos (o grupo chamado Universal) e outras formas que não duraram muito. 

Em outubro de 1957, a União Soviética lançou com sucesso o satélite artificial Sputnik, abrindo a era espacial na frente dos americanos. Tião vibrou, tinha grande atração pelo cosmo, muita curiosidade pelo espaço sideral, e até acreditava em seres de outros planetas e em discos voadores. Quando começou a pensar num nome para  o seu futuro grupo, achou que Sputnik seria perfeito. Chamou Arlênio Livio e Wellington Oliveira.

Uma noite, levado por Arlênio, seu colega no curso supletivo da escola Ultra, Roberto Carlos apareceu no Divino e foi apresentado a Tião como candidato à última vaga nos Sputniks. Era um moreninho magrelo de Cacheiro do Itapemirim, de cabelos crespos e olhos tristes, que puxava um pouco de uma perna, mas adorava rock e cantava muito bem, segundo Arlênio. Tião não foi muito com a cara do magrelo. Quando voltou para casa, Roberto foi dormir com muita vontade de fazer parte daquele conjunto vocal do moreno gordinho.
Num encontro seguinte, após cantar "Tutti Frutti", "Long Tall Sally", o branquelo de vóz doce foi aceito no grupo, os Sputniks estavam na rampa de lançamento, começava a contagem regressiva.

Roberto Carlos gostava mais de Elvis e Tião de Little Richard. A estréia foi em dezembro de 1957 no salão paroquial da igreja dos capuchinhos, na Tijuca. Após um apresentação depois da missa dominical, conheceram Carlos Imperial e apresentaram-se no Clube do Rock. Foi a primeira e única apresentação dos Sputniks na televisão.
Após a estréia vitoriosa na tevê, teve início o fim do grupo. Tião e Roberto bateram boca nas portas do estúdio e quase sairam no tapa.
A confusão começou porque enquanto Tião, Arlênio e Wellington foram fazer um lanche, Roberto esperou Carlos Imperial e disse que era também de Cachoeiro do Itapemirim assim como ele, e que imitava Elvis. Depois de ouvi-lo cantar, Imperial escalou-o para o próximo programa.
Quando Roberto contou feliz a novidade para a turma que voltava do bar, Tião a recebeu como alta traição.
Durante um ensaio para uma apresentação no Colégio Mackenzie, Tião criticou e provocou muito  Roberto, dizendo que ele não cantava coisa nenhuma, que por sua vez saiu sem dizer uma palavra.
No domingo, esperaram por Roberto durante uma hora, e como ele não apareceu, a apresentação foi somente com os três. Os Sputniks tinham ido para o espaço.


10 comentários:

  1. Bacana! Parabéns!!!!

    Está totalmente diferente do que está na Wikipédia, mas nunca confiei naquilo mesmo...

    Mas se a parte dos Snakes estiver correta seria legal colocar.

    Não existe nenhum registro da nbanda néh?

    http://pt.wikipedia.org/wiki/The_Sputniks

    ResponderExcluir
  2. Realmente é muito difícil conseguir alguma matéria sobre The Snakes. Tenho um livro sobre a Jovem Guarda que fala um pouco sobre o tempo de exército do Erasmo Carlos, que foi bem nessa época do grupo. Sobre Os Sputniks, pesquisei no livro sobre o Tim Maia escrito pelo grande Nelson Motta.
    abraços

    ResponderExcluir
  3. apesar de achar Tim maia um ótimo cantor ele não tinha um pingo de juízo e o Roberto Carlos fez muito bem em sair fora do grupo , pois o Roberto Carlos tinha um alvo, um objetivo e graças a Deus conseguiu chegar no sucesso . sucesso esse que Tim Maia, tbm poderia ter chegado se tivesse juízo

    ResponderExcluir
  4. KkkEsa regina guedes é uma fanfarrona, avisa ela que Tim M e sempre será melhor que Robertao , o traidor egoista

    ResponderExcluir
  5. Sabe-se que os Sputniks não chegaram a gravar nenhum compacto...sequer um 78 rpm, nada..não existe nada gravado; pois eles apenas tocavam em pequenas festas e escolas da região. Depois, no ano seguinte (1958)..The Sputniks, deram origem aos The Snakes após a briga com Tim Maia. Tenho um compacto daquela época, com Erasmo Carlos interpretando a música " Adolescente enamorado". Essa é a primeira música feita pelo Rei Roberto Carlos e gravada por Erasmo Carlos.Antes porém, Erasmo Carlos já tinha gravado com os Snakes um 78 rpm com as músicas "Pra sempre e Namorando", esse compacto eu não tenho no meu acervo..tenho apenas o segundo compacto( Adolescente enamorado). Essa foi realmente a primeira gravação de Erasmo Carlos, em julho de 1960 pela gravadora Mocambo

    ResponderExcluir